Review Galaxy S10 Plus: celular tem câmera tripla e tela deslumbrante

Falha em PCs com portas Thunderbolt ou USB-C pode facilitar ataques
28 de fevereiro de 2019
USB4 vai chegar com protocolo Thunderbolt 3 e até 40 Gb/s de velocidade
6 de março de 2019

Lançamento da Samsung passa por remodelagem. Câmera tripla faz bonito em quase todos os ambientes e display toma a face do celular. Preço nos EUA começa em US$ 999.

Por Thássius Veloso

01/03/2019 06h10 Atualizado há uma hora

Review Galaxy S10 Plus: celular tem câmera tripla e tela deslumbrante

Thássius Veloso / TechTudo

Galaxy S10 Plus é o nome do celular mais poderoso e completo do mercado brasileiro na atualidade. O lançamento da Samsung – junto com o Galaxy S10 e o Galaxy S10E – passou por uma bem-vinda revitalização completa da face. Está visualmente mais moderno, com ficha técnica de ponta e conjunto de câmeras que não decepciona. Eu o venho testando desde o anúncio nos Estados Unidos. Antes mesmo de descobrirmos o preço no Brasil, em 12 de março, aqui vai a minha experiência com o smartphone. Adiantando a própria análise, digo de cara que os sul-coreanos mandaram muito bem.

Samsung apresenta Galaxy S10 Plus nos Estados Unidos, junto com Galaxy S10 e Galaxy S10E

Samsung apresenta Galaxy S10 Plus nos Estados Unidos, junto com Galaxy S10 e Galaxy S10E

Tudo mudou

Ao pegar o Galaxy S10 Plus pela primeira vez, o usuário logo percebe uma série de mudanças em relação ao S9 Plus. A empresa acerta ao mudar totalmente a face do celular. As bordas de cima e de baixo estão ainda mais finas, se é que possível. Os engenheiros chegaram a este resultado ao mover a câmera para dentro do display de 6,4 polegadas e ao adotar um leitor de impressões digitais baseado em ultrassom – ele fica escondido debaixo da tela e está sempre alerta.

A experiência não poderia ser melhor. Percebi que o sensor de rosto é veloz o suficiente para me identificar na esmagadora maioria das vezes. Foi raro recorrer à biometria por toque, que requer uma curva de aprendizado para compreender exatamente qual pressão aplicar sobre a tela. É bem verdade que a Apple continua na frente com o moderníssimo Face ID do iPhone XR, porém temos no S10 Plus uma implementação igualmente funcional.

Galaxy S10 Plus: tela de 6,4 polegadas em celular mais leve e fino que o S9 Plus — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Galaxy S10 Plus: tela de 6,4 polegadas em celular mais leve e fino que o S9 Plus — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Lentes e sensores da câmera frontal passaram para dentro do visor porque os sul-coreanos jamais admitiriam um notch no produto mais icônico da Samsung. O posicionamento ficou perfeito naquela barra superior dedicada às notificações, ícones de serviços em funcionamento e relógio. Não leva dez minutos para se habituar à nova realidade. O espaço foi muito bem aproveitado.

Display deslumbrante de 6,4 polegadas

Cantos arredondados, vidro curvo, elevada definição, HDR10+. Estes são alguns dos ingredientes para criar um display que beira a perfeição. Desta vez estamos falando do painel AMOLED Dinâmico, tecnologicamente superior ao Super AMOLED que rotineiramente vimos em produtos da marca. Usuários contam com mais fidelidade ao ver vídeos e fotos. A gama de combinações de cores está mais elevada, o que se traduz em detalhamento sem igual das figuras.

Quem tem Galaxy S9, Galaxy S8 ou algum smartphone mais recente da Samsung perceberá algumas diferenças que saltam aos olhos. Um comentário comum nesses modelos é de que as fotos têm cores com contrastes superiores, característica que divide opiniões de consumidores. Alguns usuários gostam desta estética, que acabou sendo associada aos sul-coreanos, enquanto outros preferem cores mais naturais, marca registrada da Apple.

Samsung abre mão das cores supersaturadas e adota modo “Natural” como padrão no Galaxy S10 Plus — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Samsung abre mão das cores supersaturadas e adota modo “Natural” como padrão no Galaxy S10 Plus — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Pois bem, o Galaxy S10 Plus vem de fábrica configurado com modo de visor “Natural”. Os tons ficam mais frios, e não há aquela sensação de um espiral de colorações diante de seus olhos. O gerente de produtos Renato Citrini me explicou que o cliente tem a opção de simplesmente mudar para o modo “Vívido” nas configurações do telefone. Ele tem razão, mas que se torna uma quebra de paradigma, isso se torna.

A resolução da tela também chamou a atenção. As especificações do telefone citam o QuadHD+ com 3040 x 1440 pixels. Uma enormidade de pontinhos luminosos para compor o que é exibido no display! No entanto, o S10 Plus funciona por padrão em Full HD+ (2280 x 1080 pixels), resolução inferior. A diferença é mínima, mas pode ser um desejo dos preciosistas mexer nisso.

O smartphone sai de fábrica com película protetora, uma camada adicional de segurança, tendo em vista a presença do Gorilla Glass 6.

Quando a luz dos olhos meus

Sabe quando bate aquele cansaço visual ao fim do dia? Parte do problema foi endereçado com a tecnologia que reduz a emissão de luz azul, nociva aos olhos humanos. O conforto tende a ser maior com o Galaxy S10 Plus. Não é preciso ativar o filtro que deixa a tela mais amarelada conforme a noite vai chegando, conforme acontece em outros telefones. O benefício é parte do painel AMOLED Dinâmico.

Trago ainda uma curiosidade a respeito de como aplicativos de vídeo lidam com a presença da câmera. A Netflix optou por não invadir aquela área, sem deixar parte do vídeo encoberta pela lente preta da câmera. Já o YouTube oferece um modo de zoom que ocupa absolutamente toda a superfície do display – para minha surpresa, não houve grande incômodo em perceber que uma pequenina parcela do visor fica inutilizada.

Em modo zoom, YouTube evidencia presença da câmera dentro da tela; repare no canto superior esquerdo — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Fonte:https://www.techtudo.com.br/review/review-galaxy-s10-plus-celular-tem-camera-tripla-e-tela-deslumbrante.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *